captura-de-tela-2016-02-24-as-17-37-29

É possível realizar mamoplastia com cicatrizes mínimas?

A cirurgia da mama (conhecida como mamoplastia ou lifting mamário) é um dos procedimentos mais realizados pela cirurgia plástica. Uma grande quantidade de mulheres procuram nossos consultórios para melhorar o que chamam de “mama caída”, ou ptose mamária.

A causa mais comum deste problema está relacionada ao processo gestacional, onde as mamas perdem volume, mas o contingente de pele não reduz e o resultado é a queda dos tecidos mamários. Não podemos esquecer outras causas importantes como:

  1. Grandes alterações no peso
  2. Característica genéticas
  3. Não utilização de sutiã regularmente (Sim !! Podem acreditar, essa é uma causa importante de queda mamária, vide as mulheres indígenas, que mesmo com mamas pequenas, apresentam quedas dos tecidos, por não utilizarem sutiã).
  4. Cirurgias mamárias prévias

Para solucionar este problema, a cirurgia plástica mamária (mamoplastia) é a opção. O procedimento tem por objetivo retirar o excesso de pele e tecidos mamários, reposicionando as aréolas e harmonizando o formato das mamas. Na grande maioria dos casos se associa a utilização de próteses de silicone para melhorar o contorno e restaurar o volume. Porém a principal preocupação em relação a cirurgia são as CICATRIZES. Muitas pacientes não querem ficar com marcas evidentes de um procedimento cirúrgico.

Dito isso, é possível realizar a mamoplastia com cicatrizes mínimas?

SIM, em casos selecionados através da consulta com seu cirurgião plástica, onde a queda dos tecidos mamários não são exageradas utilizamos técnicas com cicatrizes somente ao redor da aréola. Neste procedimento, chamado de mamoplastia periareolar, geralmente é necessário a utilização de prótese de silicone para auxiliar no ganho de volume e harmonia da forma mamária. O resultado é uma correção da queda dos tecidos mamários somente com cicatrizes periareolar, que são muito discretas e se assemelham ao pigmento areolar. A recuperação é mais rápida quando comparado com as demais técnicas e o risco de deiscência (abrir pontos) é muito menor, visto que a quantidade de cicatrizes é muito reduzida.

captura-de-tela-2016-09-11-as-20-37-45

Pontos fundamentais na recuperação são o uso de modeladores (sutiã modelador) durante um período de aproximadamente dois meses, além de evitar movimentos bruscos e que exijam força dos braços, ou seja, não carregue peso. Apesar de a cicatrização estar sujeita a características individuais da pele, são prescritos cremes e fitas que ajudam e podem suavizá-las. A realização de drenagem linfática pós operatória auxilia a recuperação e prevenção de algumas complicações, tais como a fibrose. Não é recomendado tomar sol pelo menos nos primeiros 60 dias, até porque a radiação é prejudicial na cicatrização e ainda pode provocar manchas.

 

Dr. Vinicius Spiandorello

Cirurgião Plástico – Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

CRM/SC 19275 – RQE: 10954

Rua Plácido Gomes 572

Tel (47) 3804-9461

www.vsplastica.com.br

www.facebook.com/viniciussplastica

 

Deixe um Comentário

DR. VINICIUS SPIANDORELLO

Cirurgião Plástico - Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica CRM/SC 19275 - CRM/PR 24839 RQE 10954

Posts Relacionados

Seios firmes e bonitos

Mamoplastia com Prótese Periareolar

A cirurgia da mama (mamoplastia) é, sem sombra de dúvida, uma das mais realizada pelos cirurgiões plásticos, sendo que poucas ...

Ver mais
Um Seio maior que o outro

Cirurgia Plástica Segura

Ter uma aparência renovada é uma forma de devolver confiança a algumas pessoas mas quando há motivações psicológicas subjacentes o ...

Ver mais
Toxina Botulínica

Toxina botulínica conquista o mercado masculino

Confira a Reportagem do Dr. Vinícius para a Revista DUO Homem de Joinville.   Este tratamento deixou de ser procurado somente por ...

Ver mais